segunda-feira, maio 25, 2015

Boticário _ Comercial Dia dos Namorados "Casais"

Se eu morasse no Brasil iria passar a usar produtos d'O Boticário!



segunda-feira, abril 27, 2015

Só pensando um pouco...

É estranho a habilidade que eu tenho de me desligar de coisas e pessoas. Não é um afastamento de negação, mas de consciência. Continuo sabendo da existência da relação e da carga emocional da mesma, mas a mesma passa a não fazer mais parte do meu dia a dia. Não faz mais parte da minha vida. 
Já fui chamado de muitas coisas por ser assim, mas não é problema meu e sim de quem assim pensa.
Acho que quando eu canso de algo, prefiro deixar para trás do que remoer o que passou e deixar isso afetar meu presente.
Hoje recebi um "tag" no Facebook sobre um assunto acadêmico com o qual não consigo mais me relacionar ao ponto de não conseguir nem responder ao assunto. Foi muito engraçada a sensação. Mas fico feliz com minha habilidade de seguir em frente, de ver o mundo com novos olhos, a capacidade de mudar, de crescer. Isso me deixa feliz. Todas as coisas só podem te fazer feliz por um determinado tempo e não para sempre. Isso se aplica a todas as relações. 
Nietzsche afirmou que
 " o menosprezo por nós próprios pode levar-nos a uma compaixão geral para com a humanidade e pode ser utilizado, intencionalmente, para uma aproximação com os demais. " 
É mais ou menos disso que estou falando. Num grau mais pessoal e menos geral, mas com a mesma consequência. Assim que vejo as relações de interdependência que assisto de camarote nas pessoas. Chego a ficar triste de ver a cegueira gerada pelo suposto pensar humano. Desprezível!

This is the best energy in life!

The new teaser for The Force Awakens? Battlefront footage? Rogue One news? What was your favourite moment of...

Posted by Star Wars on Segunda, 20 de abril de 2015

The Age of Adaline

Acabei de assistir o filme "The Age of Adaline" e fiquei muito contente porque pude me ver em mais uma bela produção gravada aqui em Vancouver. O filme fala de uma mulher que por circunstâncias resultantes de um acidente de carro, pára de envelhecer. O não envelhecimento faz com que ela não se permita amor nem proximidade, sob pena de sofrer.
O filme não é muito bom, mas gostei.
Pouco depois, já em casa, assistindo um vídeo no YouTube um cantor diz que a pessoa mais próxima dele no mundo é a vó dele, que está ali, atrás do palco, assistindo a apresentação.
Ligando uma coisa na outra, pensei o quanto eu não permiti às pessoas que se aproximassem de mim e me conhecessem verdadeiramente e vice-versa, ou seja, o quanto não tenho ninguém a quem eu possa dizer que é próximo de mim. Nem família, nem amigo. Não tenho ninguém próximo. Nunca tive. Amei e amo, mas isso não significa proximidade. E eventualmente me sinto só.
Ontem também fui ao cinema, dessa vez assistir um belo filme "Water in Diviner" sobre um pai que vai em busca dos três filhos que morreram em batalha na I guerra mundial em Gallipoli. Filme dirigido e estrelado por Russel Crowe. Muito bonito, muito sensível e belas imagens. Mais uma vez pensei como deve ser bom ter alguém por quem tu atravessarias o mundo, com toda e qualquer dificuldade que seja, para estar junto, para resgatar, para amar. Mesmo para buscar os corpos dos filhos mortos, esse homem foi com todo amor e garra que ele tinha para estar com seus filhos mais uma vez. Muito lindo.
Acho que é uma questão de momento, pois um amigo há poucos dias atrás me disse que é preocupante o fato de nada me empolga, nada me empolga, pouco me importo. Mas me emociono. Sim, me emociono e fico feliz co minhas emoções, sejam elas quais forem, pelo motivo que forem.
É isso!

sexta-feira, abril 03, 2015

Definição de brasileiro...triste

Um norte americano postou em seu blog a melhor definição do povo brasileiro que eu já li. Aqui vai:

"Os brasileiros são agressivos e oportunistas, e, geralmente, à custa de outras pessoas. É como um “instinto de sobrevivência” em alta velocidade, o tempo todo. O melhor exemplo é o transporte público. Se eles veem uma maneira de passar por você e furar a fila, eles o farão, mesmo que isso signifique quase matá-lo, e mesmo se eles não estiverem com pressa. Então, por que eles fazem isso? É só porque eles podem, porque eles veem a oportunidade, por que eles querem ganhar vantagem em tudo. Eles sentem que precisam sempre de tomar tudo o que podem, sempre que possível, independentemente de quem é prejudicado como resultado."

Pior é que conheço tanta gente assim em Porto Alegre...bem próximas a mim, o que é mais triste.

Beijos

domingo, março 15, 2015

Homem...

Anderson Cooper & Garrett McNamara


Sem clichês, sem pré-concepções sobre o que é ou sobre o que somos.

Tatuagens...não pelo corpo todo, pois isso esconde algo muito profundo, algo com o qual não quero lidar. Tatuagens...sim, pois algumas são bonitas outras nos tornam bonitos.
Barba...preferencialmente não, não acho legal esconder o rosto, mas um look "scruff" até acho legal.
Não precisa ser forte, nem magro, nem gordo, nem careca, nem cabeludo, mas o charme é fundamental. Tem ter muuuuito charme. O que é charme? É o que eu quiser que seja, é o que eu enxergar nele e me faça sentir atraído. Isso é charme.

Por favor, não faça parte das compartimentalizações da comunidade gay.
Bear, otter, S&M, Fem, Clubber e tantas outras que existem e com as quais os gays tanto gostam de se identificar. Acho deplorável.
Que goste de coisas interessantes, de um bom jantar, de um bom vinho ou uísque. Assistir TV, comentar programas divertidos, falar de coisas bobas e coisas sérias.

Comunicar...comunicar muito. É isso que mantém uma relação saudável. Comunicação verdadeira, sem medo. Quem não se comunica é covarde, tem medo da verdade ou pior ainda, de si mesmo.
Viver calma e tranquilamente. Se divertir.
Ah! Viajar... viajar muito, curtir o que nosso planeta tem para mostrar. Fazer parte dessa grandiosidade.

Espero que goste de ler, para que possamos ter longas discussões sobre livros que lemos juntos, que possamos sentar juntos na sala ou no quarto e leiamos um para o outro. Longas noites.
Que tenhamos nossa cama, mas também tenhamos cada um seu espaço, para que não cansemos do convívio prazeroso que temos.

Enfim, que possamos viver cada um sua vida e ao mesmo tempo nossas vidas juntos.

Nunca fui muito de discutir, mas aprendi que é preciso para que possamos aprofundar o conhecimento de um sobre o outro. Que nossas brigas sirvam para sedimentar nossa ligação, que fortaleça nosso conhecimento mútuo.

Há coisas superficiais que me são importantes....

Que ele deteste café, ou que pelo menos não venha pra casa cheirando a essa bebida. hahaha! Não me importo com cerveja ou outras bebidas, mas café...NÃO! Cigarro também não dá. Não consigo conviver com alguém fumando no mesmo ambiente no qual eu me encontro. Eu também sou chato e também tenho meus caprichos. Gente chata não precisa nem aplicar para o cargo. Se for gente que gosta do que é "fino" e "chique"...boa viagem. Bom gosto e qualidade não vem com dinheiro nem com aulas de etiqueta. Bom gosto é natural! Ser chique é ser natural. Roupas de marca ou assuntos sobre isso...passagem livre. Saber apreciar o que é bom e de qualidade não é tão simples nem tão fácil como parece.

Bem para encerrar, digo que pelos motivos acima e muitos outros que nem tem como discorrer aqui, é que continuo feliz comigo mesmo. Pessoas que dizem que para serem felizes precisam de outra, não são, nem nunca serão felizes. Serão incompletas pelo resto de suas vidas. Se não sabemos ser felizes sozinhos, nunca seremos felizes com outros. O maior bem que podemos fazer é fazer outras pessoas felizes e para isso temos que ser felizes com nós mesmos primeiro.

É isso aí!

Há muito ainda pela frente...





sexta-feira, março 06, 2015

Sem palavras...

Me desculpem os esperançosos, mas alguém acha que esse tal de Lava-Jato  e indiciamento vai dar algum resultado? Alguém acha que é uma questão de partidos? Isso é uma questão de caráter e cultura...não há solução para isso. É uma questão nacional. Roubar 70 bilhões e a TV a cabo é a mesma coisa. Questão de princípios, coisa que brasileiro infelizmente não entende. Polêmica! Tenho visto colegas meus do Anchieta proliferarem a volta dos militares ao poder...OMG! Sinto muito, mas não achava que ex-Anchietanos fossem ignorantes!

quinta-feira, março 05, 2015

50 Shades of Vancouver

 The biggest blockbuster movie of the moment was almost entirely filmed in Vancouver, BC. Many filming locations are within a small walk from each other in the downtown area. Check out this video from the TV news Global BC:

http://globalnews.ca/video/1865087/take-a-tour-of-fifty-shades-of-greys-vancouver-filming-locations

My Tour Company - Fans of Vancouver Amusement Tours - has a walking tour called "50 Shades of Vancouver". Very entertaining!