segunda-feira, abril 14, 2014

Um dilema

"Eu nunca, em um trilhão de anos, pensaria em machucar esse gato. Então porque razão continuo comendo outros animais que tem 2 ou 4 patas, dois olhos, cérebros interessantes e uma vida emocional rica?" Moby

Esta foi uma colocação recente do DJ/músico Moby. Isso me fez pensar e a resposta original que eu postei no site dele está abaixo. (Tradução embaixo da resposta original).

I ask myself the same question almost everyday. It is hard to see animals suffer and still eat their meat. I feel guilty. I don't eat pork at all, mostly chicken, but even so it is so horrifying to see what those poor creatures go thru during their short and painful lives.

(Eu me pergunto a mesma coisa todos os dias. É difícil ver o sofrimento dos animais e ainda comer a carne deles. Me sinto culpado.  Eu não como porco, como mais frango, mas mesmo assim, é terrificante ver os horrores que esses animais passam durante suas curtas e dolorosas vidas para virarem comida para nós.)

Essa semana comecei a diminuir o consumo de uma série de alimentos que porduzem muitas toxinas e já estou me sentindo melhor. Não vou cortar a coca-cola (nem comecem...) e também não vou tirar de vez a carne da minha mesa, mas pretendo reduzir bastante o consumo desse tipo de proteína. Vou manter o necessário para um corpo saudável, afinal de contas, o humano, enquanto animal que é, é carnívoro por natureza.



terça-feira, abril 01, 2014

27 de Março, meu aniversário!!!

Prá mim, dia 27 de Março é a data mais importante do ano, pois é o dia que permite que todos os outros dias existam.

Meu aniver e outras coisas...

Dia 27 de Março foi meu aniver, há 4 dias atrás. Eu adoro meu aniver, é o dia  mais importante do ano para mim. Não importa o que eu faça, eu adoro esse dia. Pode ser desde um dia como qualquer outro (que nunca o é) até um dia de uma grande festa. É sempre especial para mim. Adorei! 52 anos! Cada dia que passa é um dia especial. Fico tão feliz de estar com essa idade. A adolescência e adulto jovem foram períodos tão difíceis que nem é bom ficar falando. Hoje em dia eu sei curtir até mesmo esse período, pois me fez quem eu sou e sou feliz por ser quem eu sou hoje em dia.

Toda essa felicidade aparte, hoje fui abatido de um pouco de tristeza vendo as pessoas falarem sobre as futuras eleições no brasil, sobre a corrupção, falta de justiça, intolerância, incapacidade do povo, enfim, um brasil que hoje quando eu olho vejo com olhos de tristeza. As pessoas não sabem mais o que os atinge. É uma merda (desculpe o termo) tão grande que não tem mais solução. Roubos, sacanagem, cultura submissiva, tudo que um país precisa para não dar certo. Quando vejo os posts apologéticos a seja qual for a facção supostamente pensante no brasil, fico triste, pois sei que não vai resultar em nada. O brasileiro está fadado a um nada na sua vida. Nada de saúde, nada de educação, nada de qualidade de vida. 

Isso se abateu sobre mim, quando postei ontem sobre a luta de travesseiros que haverá aqui em Vancouver no sábado. Nós podemos nos dar o luxo de nos batermos uns nos outros com travesseiros, pois temos paz, temos saúde, temos cuidado um com o outro. A sociedade é cuidadosa. Às vezes até demais, concordo. Imagino que eventualmente estaremos criando incompetentes que não saberão mais lidar com uma série de realidades, mas isso não é mais da minha conta. Nunca quiz fazer parte dessa parte da população e não faço parte disso. Não peço que façam nada por mim e não quero que me peçam nada em retorno. Cuidamos das nossas próprias vidas e cuidamos do bem estar de todos se invadirmos a vida de ninguém. 

Vejo uma angústia no dia a dia das pessoas em Porto Alegre, uma ansiedade em parecer o que não são, mostrar uma cultura que é dura, racionalizada ao extremo para não parecer racional. Pessoas fazendo coisas que não cabem no contexto de vida da população e achando que isso é ser privilegiado, quando na verdade é uma prisão. Uma tristeza.

Enfim, cada um na sua. Peço àqueles que eu amo e me importo com eles, que se cuidem, que sejam bondosos consigo mesmos e com as pessoas próximas a si, pois é a última coisa que resta, do meu ponto de vista.

domingo, março 09, 2014

Semana em revista!

Que semana intensa!!!
Muito trabalho, longas horas de gravação, muito legal.
Participei das gravações do piloto da série "Agent X" que deverá estreiar em Setembro. Foram 15 horas ininterruptas de filmagens, desde as 2:00PM até as 5:00AM. Fiquei impressionado com a energia e a beleza da Sharon Stone. Muito mais bonita pessoalmente do que na tela. O personagem dela é o vice-presidente eleito dos Estados Unidos. Eu participei da festa de gala da apresentação dela. Eu era um político alemão. Na saída da festa eu apertava a mão dela e ela me dizia "danke schön" e eu saia. Muito demais. Também tive a honra de contracenar com James Earl Jones, que com seus 80 anos também acompanhou as gravações até quase pela manhã. Fiquei impressionado. Estavamos todos muitos cansados, e eles firmes. Todo o cast era muito vivaz.
Fiquei exausto no final das gravações, mas muito feliz.
Tenho outro filme agendado para essa semana, dessa vez com Harrison Ford, Blake Lively e Ellen Burstyn.
No aeroporto também está muito bom, adoro estar lá. Gente do mundo todo, muito conhecimento e fico sabendo tudo que acontece em Vancouver. Agora estou solicitando o mais alto nível de segurança para poder circular em todas as áreas. Muito legal e é muita investigação e cursos. Leitura de pupila do olho e impressão digital para as áreas de maior segurança e risco.
Bons amigos, alguns passeios, viagens, cerveja e boa comida.
Aqui estão algumas fotos da última gravação essa semana (Agent X).
Até a próxima...








domingo, março 02, 2014

Cinema, produção, extra, dublê, tomadas...

Cinema, produção, extra, dublê, tomadas...
Essas palavras passaram a fazer parte do meu vocabulário há já algum tempo.
Ano passado, influenciado pela quantidade de celebridades que eu vejo no aeroporto e pela cidade, pensei que seria divertido tentar uma carreira como extra no cinema. Depois de meses pesquisando, encontrei uma agência que não requeria experiência. Me inscrevi na agência, enviei algumas fotos que eles chamaram de portfolio (não na minha concepção) e duas semanas mais tarde eu estava sendo chamado para participar das gravações de um filme aqui em Vancouver chamado "As aventuras de Max e Banks". Qual a minha surpresa no dia em que fui gravar, que esse era o nome código para "50 Shades of Grey" ou 50 Tons de Cinza. Foram dias de gravação, sendo todos de 12 a 14 horas diárias de muito trabalho, sendo que no primeiro dia chegamos a gravar 18 horas ininterruptas. Lembrando que isso tudo, eu como extra, ou seja, só fazendo volume. Fiz alguns outros filmes até que um colega me perguntou se eu tinha um agente. Respondi que não, mas que eu estava interessado. Para conseguir um agente é uma das coisas mais difíceis , pois é necessária experiência comprovada, coisa que eu não tinha. Meu amigo, Asif, falou com o agente dele e fui chamado para uma entrevista com ele, Mr. Yogi Omar. Yogi se encantou com minha personalidade e fotogenicidade. Fechamos o contrato no mesmo dia e marquei uma sessão de fotos para a mesma semana. Feita a sessão, lançado o portfolio no website da agência, cerca de duas semanas depois estava eu mais uma vez sendo chamado para uma interpretação que seria o sonho do momento: fui chamado para ser dublê de mãos de Metraton, que faz o papel de Deus, no seriado Supernatural. Amooooooo Supernatural!!! A gravação foi fantástica. Dessa vez eu tinha meu próprio camarim, tinha uma equipe só para gravar minha parte no episódio. Nossa! Nos dois primeiros "takes" eu tremia. Felizmente, eles foram super tranquilos e aos poucos me acalmei e continuamos gravando por oito horas direto. Foi um sonho realizado. O primeiro de muitos outros. Eu poderia discorrer por horas sobre esse dia, mas faço isso pra mim mesmo.
Semana que vem estou escalado para o filme "Uma noite no Museu 3". Mais um para a lista.
Era isso que queria dividir com meus leitores:
Estou feliz.
Beijos a todos







sexta-feira, fevereiro 14, 2014

Valentine`s Day

Valentine`s Day...
In my opinion it is one of the most stupid dates of the year, but...here it is...
We met in a very hot afternoon in December. I had just arrived in Porto Alegre, back from Vancouver. My friends took me to a new place in town for the first time and we were having a freezing cold beer.
Near to my table, I noticed this very handsome man, also with his friends. We exchanged glances and before we both knew we were having a beer together and talking. From this day on, we were together, as a couple, for 8 years and after 17 years, our love is still strong for each other. This is my Valentine`s day story.
We are BFFs and I dearly love him.
Happy Valentine`s Day!

domingo, fevereiro 09, 2014

Jogos Olímpicos de Inverno e direitos humanos

Quanta controvérsia em torno dos jogos olímpicos em Sochi, Rússia, por causa da falta de direitos à população homossexual daquele país. Uma regressão a tempos que imaginava-se não acontecer mais. Tudo devidamente documentado na internet, triste de se ver. Um país gigante e poderoso, que poderia ser orgulhoso de ser um bom exemplo, tornando-se um símbolo de corrupção e mandando seus cidadãos para a humilhação pública por sua orientação sexual, como se fossem bandidos expostos nos bairros do Rio de Janeiro. Tudo muito ruim.

Ruim, sim. Inesperado? Não. Basta olharmos para a história da humanidade e vemos coisa muito pior do que isso no nosso passado. A internet ajuda bastante no estardalhaço causado e na manipulação da opinião pública. No caso da Rússia, os políticos do mundo inteiro estão se aproveitando da situação para mostrar o quanto seus países respeitam as diferenças. Verdade? Obviamente que não. O humano é mentiroso por natureza.

Nos casos do Rio de Janeiro, a imprensa está mostrando o quanto o "coitado" do ladrão amarrado e humilhado sofreu nessa posição. Nem se menciona o assassinato que ele cometeu semana passada ou o assalto que ele cometeu 5 minutos antes de ser preso e acorrentado em praça pública. Selvagem? Sim. Errado? Meu pensar não interessa nesse caso. Só digo que assim como o humano é mentiroso por natureza, ele também é selvagem e inescrupuloso por natureza.

As pessoas têm total desconhecimento do que o Homem é capaz de fazer e ser. A natureza humana pode ser bela como a TV gosta de mostrar. como os vídeos no YouTube adora divulgar, mas também é obscura e desconhecida, capaz das maiores atrocidades contra sua própria espécie. A educação formal gerou desculpa para que existam pessoas arrogantes o suficiente para dizerem que "nunca faria isso na minha visa" e julgar os fatos com um ponto de vista da cultura católico-judáica de milhares de anos pesando nas suas costas sem ao menos terem consciência disso. Isso sim é ignorância. Desconhecimento da própria espécia da própria pobreza de espírito e da incapacidade de elevação, coisa negada pelas pessoas "educadas e cultas", pois esses são os que dizem essas coisas. Pois digo que esses serão os primeiros a traçarem planos de poder e morte quando necessário o for. Vamos "brincar" de apocalipse e ver quem sobra!

Boa noite!

sexta-feira, janeiro 03, 2014

Balanço

Pois é, chegou aquela época do ano em que todos desse planeta acham de devem fazer um balanço do ano que está se encerrando e fazer promessas para si mesmo a respeito do ano vindouro. É até divertido de ver, quando não é irritante. Me irrita quando o "balanço" é burro, estúpido e ignorante, como 95% de tudo que eu leio. Pessoas dizendo coisas absurdas como se fossem desejos reais (que obviamente não o são) e pior ainda, cobrando dos outros a mesma posição. Recentemente vi no Facebook uma das coisas mais estúpidas, que foi uma pessoa deletando as contas daqueles que não responderam aos seus votos de boas festas. Hahahaha! Pena que não fui deletado. A ignorância impera!
Quanto mais o tempo passa mais eu aprendo com meu dia a dia, com as observações que faço e com minhas experiências. Mas também aprendo com a experiência alheia. Os humanos tem uma habilidade de mostrar o que são em todos os momentos, principalmente quando não querem mostrar a si mesmos. Fica mais evidente. Isso me confirma o quando essa raça não é de confiança, o quanto as pessoas correm atrás do que precisam e fazem o que for preciso para obter seu real desejo, mesmo que isso represente dilacerar todas as formas de ser e pensar. Nesse momento é que se mostra a natureza humana. O profundo do ser. A obscuridade que existe no interior do Homem.
Não confio em ninguém. Absolutamente.
Sempre lutei por tudo, sempre tive ajuda e sempre fui agradecido, mas entre ser agradecido e retribuir até chegar à confiança há uma distãncia incalculável e inatingível. Confie e te decepcionarás! Em tom de profecia mesmo!!! hahaha!
Não tenho planos para 2014 a não ser continuar com minha caminhada, continuar vencendo meus medos, celebrando minhas vitórias. Sei muito bem fazer isso sozinho e fico mais feliz ainda quando posso dividir com pessoas que eu gosto e amo. Que assim seja. Dizem que não existe amor sem confiança. Digo que existe sim. É doloroso, mas existe. Não permite a proximidade, mas nos deixa sempre alerta. Estaremos sempre prontos para estarmos ao lado de quem amamos, desde que achemos que haja legitimidade na necessidade. Sim, pois os humanos não amam incondicionalmente, e isso eu também já aprendi. Não diga que sim, pois em 5 minutos de conversa com 100% das pessoas com as quais eu discuti esse assunto, o amor era condicional. É condicional. Tenha a decência de admitir.
Fica isso então como minha reflexão de início de ano.
Aloha!